terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

O Planeta que zune

Olá!!!! Amigos,
Hoje compartilho esse texto, menor do que de costume, mas impressionante seu conteúdo. Se já existem sons e cores que nós ainda não conhecemos, porque vibram na quinta dimensão, as vezes pode-se ver as pessoas que praticam meditações diárias. Fico imaginando como seria ouvir esses sons, os do nosso Planeta. O recebimento desse texto é uma colaboração da minha amiga querida Bruma. Obrigada!!!
Beijinhos,
Karina.

******************************

O Planeta que zune

No verão de 1999 a revista New Scientist publicou um artigo chamado "O Planeta que Zune", relatando uma descoberta de dois geofísicos japoneses, Naoki Suda e Kazumari Nawa de um zunido emitido pela Terra. Esse zumbido é uma série de mais ou menos 50 notas amontoadas em duas oitavas com um grau de intensidade que vai de dois a sete milihertz. É inaudível pelo ouvido humano ficando 16 oitavas abaixo do Dó médio, mas existe e ninguém sabe de onde vem. Eles descartaram atividades sísmicas. A Terra canta o que para nós é uma massa discordante de notas, mas canta, isso é algo que as civilizações antiga já sabiam e a ciência dá a primeira prova.

Trecho do livro Rituais Celtas da Andy Baggott.

5 comentários:

Brumas do Tempo ® disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Brumas do Tempo ® disse...

Minha querida Ana,

Esse é o som do coração da nossa Terra Sagrada! Abençoada sejas!

Ah, Obrigada pela indicação!

Beijos e bênçãos...

)O( Rowena

Eliane Santoro da Costa disse...

Olá querida Karina!

Maravilhosa descoberta!Tudo tem um som,a sua própria música,assim como nós.

Um abraço carinhoso!

Tatiana disse...

Que maravilha estar aqui...
A energia fez minha alma acalmar.

Um beijo carinhoso e uma ótima semana para você!

Pelos caminhos da vida. disse...

Estou de volta amiga.

Obrigada pela sua visita.

Selo "Mulher 2009" esperando por vc la.

beijooo